Canal de Entretenimento, filmes, lançamentos, trailers de cinema, notícias, trailers de jogos, programas de televisão, jogos pc, xbox, playstation.

Megera de Novo Mundo, Julia Lemmertz relembra sufoco com cena cruel; saiba qual

0

Julia Lemmertz quebrou um jejum de 15 anos sem interpretar uma antagonista ao ser convidada para dar vida à Greta de Novo Mundo. A desalmada chega à edição especial na próxima quinta (2) para atormentar a vida de Diara (Sheron Menezzes) e Wolfgang (Jonas Bloch) em sequências que deram um tremendo trabalho para a artista.

“As cenas mais difíceis foram as de maldades piores, a mais complicada para mim foi a morte do mordomo Schultz [Ruben Gabira], que ela sufoca com um travesseiro. Há tempos não fazia uma vilã, tão descaradamente má e com uma composição, sotaque e visual”, explica ela, que não praticava barbaridades em folhetins desde Marta Morta de O Beijo do Vampiro (2002).

Além de entrar apenas no 90º capítulo, com o elenco já entrosado, a atriz também ralou para encontrar o tom de uma personagem completamente oposta à sua personalidade. “Nada nela me remete à minha realidade, a não ser a minha ascendência germânica”, pontua.

Apesar das adversidades, ela guarda com carinho a troca com os colegas de núcleo. “O Jonas Bloch era irmão da Greta, um homem tão gentil e de bom coração como o próprio ator. E lembro também da Sheron grávida de seu primeiro filho. Foi muito lindo acompanhar um pouco daquele momento tão especial”, rememora a gaúcha.

A intérprete, aliás, também curtiu os momentos em que a mau-caráter cai de quatro pelo botânico Ferdinando (Ricardo Pereira). “Tivemos várias cenas interessantes, mas gosto da que eles têm um encontro romântico no bosque. Era quase como se a Greta tivesse sentimentos”, brinca a mãe de Luiza Lemmertz, de 32 anos, e Miguel Corrêa, de 20.

MAURÍCIO FIDALGO/TV GLOBO

Greta (Julia Lemmertz) mata o mordomo Schultz (Rubem Gabira) sufocado em Novo Mundo


Longe da TV

Por conta da pandemia de coronavírus (Covid-19), a atriz interrompeu a turnê de uma peça, o lançamento de filmes e a preparação para uma nova novela. Em isolamento longe do Rio de Janeiro, ela também não tem acompanhado a repercussão em torno do folhetim de Alessandro Marson e Thereza Falcão.

“Sei que as pessoas estão adorando rever, mas estou um pouco afastada da cidade, sem TV e com pouca internet. Não tenho visto nada”, afirma a atriz que, no entanto, acha importante o retorno da trama que resgata a trajetória do próprio Brasil.

“Em três anos, muita coisa mudou e ficou mais difícil. A novela nos faz relembrar da nossa história e dar importância a ela. É uma tomada de consciência”, pondera.

Mesmo distante dos grandes centros urbanos, ela afirma que está apreensiva com o avanço da doença. “Estou preocupada com tudo e com todos, muito pela falta de apoio a quem mais precisa, ao caos de uma falta de organização e respeito para se enfrentar uma pandemia. O sentimento de desamparo e indignação percorrem esses três meses que estamos de quarentena”, desabafa Julia.

Fonte: Notícias da TV

Comentários
Carregando...