Canal de Entretenimento, filmes, lançamentos, trailers de cinema, notícias, trailers de jogos, programas de televisão, jogos pc, xbox, playstation.

Por coronavírus, Malhação termina sem beijo e em clima de desolação

0

Devido à pandemia mundial do coronavírus (Covid-19), Malhação terminará sem beijo entre os protagonistas, e o clima nos bastidores é de desolação. Pedro Novaes e Alanis Guillen, intérpretes de Filipe e Rita, respectivamente, não gravaram a típica cena romântica de encerramento da novela teen, que também não terá a tradicional festa de despedida com todos os personagens.

O fim da trama será exibido em 3 de abril e será à lá Brida (1998), com exibição de cenas antigas enquanto os protagonistas narram os desfechos das histórias. Com a redução de 15 capítulos por causa da Covid-19, o autor Emanuel Jacobina teve de apressar sua história para que ela acabasse três semanas antes do previsto. 

De acordo com a coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, o casal protagonista foi orientado pelo diretor Adriano Melo a gravar com muitos cuidados e evitando o contato físico. A equipe reduzida da produção da novela trabalhou e foi dispensada rapidamente, deixando o estúdio apenas para os envolvidos na pós-produção. O processo de edição final terminou em 21 de março.

No fim de Toda Forma de Amar, Filipe e Rita vão aparecer contando tudo o que aconteceu com os outros personagens. Como a Globo decidiu antecipar o fim das gravações e liberou os demais atores da novela, não foi possível gravar todos os desfechos.

O fim de Brida

O surto do novo coronavírus forçou a Globo a, pela primeira vez em sua história, cancelar as gravações das novelas e colocar reprises em todos os horários. A pandemia gerou efeitos distintos nas tramas: Éramos Seis se encerrará com poucos ajustes; Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder ganharam um “final de temporada”; já Malhação vai refazer os passos nada saudosos de Brida.

Para o público-alvo da novelinha, que certamente não era nascido na época da novela baseada na obra de Paulo Coelho, Brida foi a última história inédita exibida pela Manchete. Atolada em dívidas, a emissora apostou em uma história renomada para ganhar audiência e fazer bonito com os anunciantes. Deu tão errado que seu fim foi apressado, e Brida saiu do ar pouco mais de dois meses após a estreia.

Com elenco e equipe em greve por falta de salários, a direção da Manchete decidiu improvisar um fim –o locutor oficial da emissora, Eloy de Carlo, apenas narrou os desfechos dos personagens da história enquanto cenas aleatórias deles eram mostradas.

Fonte: Notícias da TV

Comentários
Carregando...