Canal de Entretenimento, filmes, lançamentos, trailers de cinema, notícias, trailers de jogos, programas de televisão, jogos pc, xbox, playstation.

Tropa de Elite e seu legado para o cinema nacional

0

<!–
–>

Missão dada, parceiro, é missão cumprida!” Se você já ouviu essa frase, deve saber que estamos falando de Tropa De Elite, um marco no cinema nacional lançado em 2007. Com direção de José Padilha (Ônibus 174), o longa expõe a realidade da violência e corrupção dentro da polícia militar do Rio de Janeiro enquanto segue os passos de Capitão Nascimento (Wagner Moura), chefe da equipe Alfa do BOPE que decide se aposentar após o nascimento do primeiro filho.

Com seu lançamento, Tropa De Elite e sua sequência Tropa De Elite 2 abriram discussões sobre a abordagem realista e diferente do já mostrado no cinema brasileiro. A exposição ao delicado tema dividiu a opinião do público sobre a postura de Nascimento, tido por alguns como herói nacional e, por outros, um torturador sem pudor.

História 

Ambientado em 1997, Tropa De Elite traz Capitão Nascimento – personagem eternizado por Wagner Moura – membro do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) que passa por problemas pessoais e decide se aposentar. Após o nascimento de seu primeiro filho, ele começa a apresentar crises de pânico e é aconselhado a diminuir o ritmo de trabalho na corporação. Daí em diante, sua missão é encontrar um substitudo à altura para assumir o cargo de chefia em seu lugar. 

Do outro lado temos Neto (Caio Junqueira) e Matias (André Ramiro), dois amigos de infância que acabaram de entrar na Polícia Militar carioca e se destacam em seus postos. Quando conhecem o Capitão, passam pelos treinamentos exigidos e buscam se aproximar cada vez mais do objetivo de entrar para o BOPE.

Pirataria

Previsto para lançar em novembro de 2007, o longa enfrentou um grande problema três meses antes com a comercialização ilegal. Segundo dados do IBOPE, cerca de 11 milhões de pessoas assistiram ao filme antes de sua estreia nos cinemas, dados que preocuparam o governo e o Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual naquele ano.

Segundo informações do Jornal O Globo, as cópias ilegais foram descobertas por um policial do Bope, que viu a fita pirata no interior da unidade e denunciou a fraude aos produtores do filme. Devido ao vazamento, Tropa De Elite teve sua estreia adiantada e chegou às telonas no dia 12 de outubro de 2007. Apesar disso, o filme levou mais de 2 milhões de espectadores ao cinema.

Sequência

Cena do filme Tropa de Elite 2


Três anos após o sucesso do primeiro filme, José Padilha decidiu que era hora de trazer uma nova história envolvendo Capitão Nascimento. Ambientado em 2007, dez anos após o primeiro filme, Tropa De Elite 2 segue novamente o personagem que, agora virou Coronel, se separou da esposa e também assume o cargo de Sub Secretário de Inteligência. Com isso, o Batalhão aumentou e o tráfico de drogas passou a ser seu grande alvo, além de políticos e policiais corruptos. 

O filme levou 11,1 milhões de pessoas aos cinemas e se tornou a maior bilheteria nacional de todos os tempos. A novidade ultrapassou o recorde anterior pertencente a Dona Flor E Seus Dois Maridos, título de 1976 que garantiu 10,7 milhões de espectadores. Atualmente, ele ocupa o quarto lugar atrás de Nada A Perder, Os Dez Mandamentos: O Filme e Minha Mãe É Uma Peça 3.

Livros

Tropa De Elite foi baseado no livro Elite da Tropa, escrito pelos ex-policiais André Batista e Rodrigo Pimentel, em parceria com o antropólogo Luiz Eduardo Soares. A trama traz as histórias do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) com relatos reais de ex-policiais. A sequência Elite da Tropa 2 foi lançada em 2010 e foca no combate às milicias policiais, assim como a sequência cinematográfica Tropa De Elite 2

Curiosidades da produção 

– Originalmente, o filme pretendia ter Capitão Nascimento como personagem secundário e Neto e Matias como personagens principais. No entanto após a finalização das filmagens, o diretor José Padilha e o roteirista Bráulio Mantovani perceberam o carisma de Wagner Moura na tela e decidiram editar o filme com sua voz, mudando o foco da história e transformando Nascimento em um personagem principal.

– O personagem de Matias foi inspirado em André Batista e o personagem de Nascimento baseado em Rodrigo Pimentel, ambos ex-integrantes da equipe do BOPE e autores do livro que deu origem ao filme.

– Em 2006, durante as filmagens do filme, uma van com 90 armas de fogo (60 falsas e 30 verdadeiras) foi roubada no morro do Chapéu Mangueira, no Leme. As armas verdadeiras eram modificadas e não apresentavam poder de lesão, já que permitiam apenas o uso de munições de efeito especial.

Legado para o cinema

Tropa De Elite e Tropa De Elite 2 mudaram a forma do brasileiro consumir filmes nacionais com temáticas violentas. Os longas de Padilha trouxeram não só discussões de críticos, mas também do público sobre a maneira de abordar a realidade nas favelas do Rio de Janeiro, principalmente quando foca nas falhas da Polícia Militar. Desde Cidade De Deus, longa de Fernando Meirelles lançado em 2003, não se via uma repercussão tão grande em torno de um filme nacional, o que trouxe uma reflexão sobre a maneira de abordar ficcionalmente a dura realidade da violência, e agradar ao público com a temática.

Fonte: Cineclick

Comentários
Carregando...